Desafio Vestibular FGV 2012.2. Vai encarar?

sexta-feira, abril 20, 2012 9:39

A FGV lançou um desafio para os vestibulandos. Trata-se do Desafio Vestibular FGV 2012.2, que já está em sua segunda edição. Durante o desafio, os estudantes podem testar sua criatividade e proatividade em buscar soluções para grandes empresas do segmento bancário, automobilistico, farmaceutico e de vestuário.

Para participar, o estudante deve preparar sua proposta para um dos desafios que estão explicados na Fanpage http://www.facebook.com/vestibularfgv .

Atualmente, já estão liberados os desafios do banco Santander e da Goodyear.

Desafio Santander

Os candidatos ao desafio Santander concorrem a um curso de espanhol de 3 semanas na Universidade de Salamanca. Para conferir qual é desafio, veja aqui.

 

Desafio Goodyear

Quem vencer o da Goodyear, será convidado a dar uma volta em um carro de StockCar e um dia para conhecer o campo de provas da empresa. Veja a explicação desse desafio aqui.

 

Ferrovias Paulistas ganham exposição virtual permanente

terça-feira, fevereiro 28, 2012 16:41

Exposição Virtual Ferrovias Paulistas

A exposição Ferrovias Paulistas conta a história do surgimento das ferrovias paulistas, em 1867, a partir de investimentos públicos e de recursos do café, passando pelas “greves ferroviárias” da primeira metade do século XX, e pela formação da FEPASA (Ferrovias Paulistas S.A), na década de 1970, entre outros assuntos.  Ao todo, 162 documentos foram digitalizados para esta exposição, entre ofícios, requerimentos, fotos, mapas e jornais.

O site, que é uma iniciativa do Arquivo Público do Estado de São Paulo, apresenta uma área inteiramente dedicada a atividades pedagógicas, como jogos caça-palavras.

 

Jogo educativo explica crise na zona do euro

terça-feira, fevereiro 28, 2012 16:17

Jogo ensina sobre a crise do Euro

A Pequena Grande Crise 2: A Ameaça Agora é Outra” é um game grátis que pode ser jogado pela internet e tem o objetivo de ensinar adolescentes e jovens sobre a atual crise na zona do euro. Trata-se da continuação do jogo com mesmo nome, lançado em 2008 pela dupla Richard Rytenband, economista e especialista em investimentos, e Felipe Okazaki, especialista em comportamento humano.

Para demonstrar como cada decisão pode abalar o mercado financeiro mundial, o jogador é colocado no lugar do Presidente da União Europeia e deve tomar decisões para resolver os problemas. São apresentadas duas possíveis soluções e cada opção tem sua consequência. O jogador só pode contar com a ajuda de dois conselheiros, que são inspirados nas figuras dos ex-presidentes norte-americanos George W. Bush e Barack Obama.

Para testar suas habilidades como líder da União Europeia, basta acessar a página do jogo.

Volta às aulas: EAD como opção para seus estudos

terça-feira, fevereiro 7, 2012 8:27
Educação à Distância como opção para quem quer continuar os estudos

Educação à Distância como opção para quem quer continuar os estudos

Uma das principais dificuldades para muitas pessoas que querem cursar uma faculdade ou pós-graduação é o deslocamento até o local onde o curso é ministrado. Principalmente, pessoas que moram em cidades pequenas do interior do país e precisariam ir até uma faculdade em outra cidade vizinha e maior. A saída é ficar de olho nos cursos de educação à distância (EAD) oferecidos por grandes redes de ensino.

Essa modalidade de ensino vem evoluindo muito desde que deu seus primeiros passos no ambiente de internet. Sim, porque apesar da cara modernosa de ensino à distância, a EAD é tradicionalíssima e tem contribuído muito no nosso país, como são os casos de tele-curso, iniciativas já muito conhecidas do grande público. Com a disseminação da banda larga nas residências e dos computadores com cada vez mais recursos tecnológicos, fez da internet a principal plataforma do EAD para os mais variados cursos.

O aprimoramento do EAD permite hoje que as pessoas concluam cursos de graduação, como é o caso da oferta da Universidade Nove de Julho. Segundo a faculdade, as aulas são ministradas pelo Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA): “com características diferenciadas, as disciplinas e os cursos oferecidos possuem uma ação multiplicadora das capacitações, oferecendo condições para que todas as pessoas tenham acesso aos instrumentos de produção de conhecimento, visando à competitividade do mercado de trabalho e à formação de cidadania”. Portanto, as aulas são totalmente interativas, utilizando recursos multimídia, além da flexibilidade para hora e local de estudo.

O EAD é, portanto, uma excelente opção para quem precisa continuar os estudos e ser mais competitivo no mercado de trabalho.

 

Existe vantagem em aprender inglês antes da adolescência?

sexta-feira, fevereiro 3, 2012 17:06
Categoria Cultura, Curso
Cursos de idiomas para crianças ensinam de forma lúdica

Cursos de idiomas para crianças ensinam de forma lúdica, usando música e desenhos

Muitos pais ficam com a dúvida sobre o melhor momento de matricular seus filhos num curso de idiomas – e o preferido ainda é um curso de língua inglesa, por conta das necessidades do mercado de trabalho. A resposta é que o aprendizado de uma segunda língua, assim como qualquer outra habilidade, é ideal que seja iniciado desde os primeiros anos de vida.

 

O maior benefício de aprender quando criança é a percepção dos sons é perfeita e sem os vícios da língua materna, o que em termos práticos significa um sotaque muito mais suave. Além disso, quando somos expostos desde cedo a um aprendizado, a tendência é desenvolvermos uma habilidade maior na língua estrangeira que aqueles que iniciaram mais tarde.

A forma mais fácil de proporcionar isso a seu filho é escolhendo uma boa escola de idiomas, que tenha cursos de idiomas apropriados para crianças, pois antes da adolescência, a abordagem de uma língua estrangeira é diferente, afinal a criança ainda não tem conhecimento gramatical para aprender como um adulto e os professores devem estar preparados para trabalhar com outros recursos, fazendo uso de ferramentas mais próximas do universo infantil, como materiais lúdicos, brincadeiras etc.

Além de transmitir a língua estrangeira como algo natural para a criança, a escola de idiomas trabalha para despertar sua curiosidade, fazendo com que em idade adulta ela tenha muito mais motivação e ferramentas para continuardesenvolvendo esse aprendizado.

Se você matriculou seu filho em uma escola de idiomas, compartilhe aqui sua opinião sobre o assunto!